Adalto Santos recebe Representantes da Associação dos Policiais da Reserva, Reformados e Pensionistas da PM / CBM-PE

Representantes da Associação dos Policiais da Reserva, Reformados e Pensionistas da PM / CBM-PE (ASSORRP) foram recebidos nesta terça-feira (08/11) pelo deputado estadual Adalto Santos, em seu gabinete na Assembleia Legislativa (Alepe), para apresentar um relatório do Grupo de Trabalho (GT) ASSORRP SAÚDE PM/BM.

No encontro, os diretores: Cel. Faustino Ferraz, Cel. Rivo Ribeiro, Cel. Ewerton Miranda, Cel. Ricardo Meireles e Cel. Franklin Santos (Chefe do Cerimonial da Alepe) relataram as dificuldades, estruturais e financeiras, que o Sistema de Saúde dos Militares Estaduais de Pernambuco (SISMEPE) vem enfrentando atualmente.

Segundo relatório do GT, o primeiro problema identificado foi: Altos Custos dos Planos de Saúde Privados suportados pelo (a) associado (a)s da ASSORRP. A partir das planilhas dos contratos de adesão com as Operadoras de Planos de Saúde, disponíveis na ASSORRP, bem como o perfil atuarial (faixas etárias) do quadro de associado(a)s, pode-se atestar que o (a)s titulares dos planos contratados desembolsam individualmente, em média, R$ 3.000,00 (três mil reais) mensais; se considerados os custos com dependentes, o desembolso médio chega a R$ 6.000,00 (seis mil reais) mensais, ou 30% dos rendimentos líquidos do(a)s associado(a)s.

O segundo problema identificado pelo GT, foi sobre a Precariedade Estrutural da Assistência Médico-Hospitalar do SISMEPE. O cenário concentra-se nas áreas de pessoal e custeio, agravando-se periodicamente à medida que milhares de militares são incorporados, sem que haja uma contrapartida na infraestrutura do SISMEPE, precarizando o atendimento médico-hospitalar, sem perspectivas de solução a curto prazo. A fusão entre os primeiro e segundo problemas afeta diretamente todo(a)s o(a)s associado(a)s da ASSORRP, na medida em que, além de já estarem com dificuldades de suportarem os elevados custos dos planos de saúde privados, contribuem compulsoriamente com o SISMEPE, sem receberem atendimento adequado e eficaz. 

Diante dos fatos apresentados pelo Grupo, o deputado Adalto Santos se comprometeu em enviar à Alepe, no ano que vem, a criação de uma Comissão  Parlamentar para viabilizar novos estudos e soluções para os Representantes da Associação dos Policiais da Reserva, Reformados e Pensionistas da PM / CBM-PE (ASSORRP).